Páginas

domingo, 16 de agosto de 2009

Energias

Tudo é uma questão de escolha, você pode levantar da cama e escolher em passar o dia todo mal humorado ou sorrir (mesmo nos dias nublados)o problema é até quando não ser iludido e tachado por uma carinha SMILE....Enganar a si mesmo, por achar que tudo está tudo bem, quando de fato não está...mas será que pensar ou acreditar que estar, de fato não ajuda? Seres humanos são os animais mais frágeis da face terrena, precisam de um certo endeusamento místico para sentirem confortados...mas o que vai além do conforto??Tenho um amigo que me chama de POLIANA, me acha capaz de encontrar alegria em qualquer coisa, de "dar um jeitinho" mesmo nas que não dão certo, sempre pensando positivamente, que oculto uma realidade crua, sólida e cruel.Mas será que de fato a vida é realmente cruel? Nascer num berço de ouro, ou numa miséria, qual a diferença faz ? Por ser um animal frágil a natureza, o ser humano é o único com capacidade de mudar o seu redor, o seu meio de convivências, penso que cada um tenha algum objetivo ou meta, carma ou qualquer coisa que denomina discernimento na vida. E uma coisa é certa sendo positiva ou negativa, somos energia cinética ou seja, drogados, vão andar somente com drogados, senhorinhas que reclamam de suas “dores “ do mundo andarão com outras senhoras, cada tribo com o seu ideal, com suas afinidades,Se vivemos num mundo de ilusões e abstrações, porque não pensar positivamente neste mundo? Porque seriamos egoístas de outrem? Se eu sou corpo/ mente e vivo num estágio transitório, crio, recrio, invento e reivento de forma que seja leal , presente e real a mim, sendo Poliana ou não, vivendo apenas o presente, e isso vai além de ser positivo ou negativo, atinge o grau metafísico,eis então apenas energia...

domingo, 9 de agosto de 2009

Face


Me embalam almas adormecidas

no meu corpo,

me favoreçam enquanto sonhadora,

pois sou o que sou,

nada mais além,

não possuo necessidade, embora me chamam de meretiz,

do real a linguagem humana, sou a faculdade plena...

me embalam apenas o volume da cada sina presente

poi sou gozo tântrico...


Mariana

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

De

Vejo realidade "virtual"...nada esta escrito, nada parece ser o que é...criamos, conjugamos ilusões dogmáticas que servem como subterfúgio da consciência...
Outro dia senti uma felicidade enorme ao perceber que um simples gosto de sorvete de menta com chocolate na minha língua me dá tanto prazer e gozo como sentir um orgasmo de uma boceta quente, penetrando nas mais profundas raízes metafísicas... e essa consciência da consciência às vezes me faz sintir estranha aos demais... um extraterrestre que persiste em sentir diniosicamente o sabor e o cheiro da vida. E me questiono constantemente porque outros ETs não degustam, ficando apenas à merce de deglutir pedregulhos pesados de farinha insonsa...