Páginas

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Corpo


Corpos ou montante de carnes?? células que a cada minuto morrem, deixando os corpos mais pesados...e ainda penso porque sinto?...por mais louca a minha loucura...eu confesso que preciso sim de amor platônico, (mesmo que por alguns instantes)de envolvimento cinestésico para poder mergulhar com você em uma taça de Cabernet Sauvignon,perceber seu toque na minha pele, sua respiração ofegante no meu peito,
sentir suas mãos se aprofundando nas da minhas entranhas...
Você colocando seu pedaço efêmero em mim, se encaixando num turbilhar paudurescente que provoca choques ao meu corpo...
E o tempo passa...e vou tendo a certeza que LUCIDEZ e FELICIDADE não se combinam...mesmo que estes breves momentos são ilusões de uma frágil alma, mas permite eu degustar que sou viva, sou fêmea, e que preciso ser libertina até perder a consciência...

Nenhum comentário:

Postar um comentário