Páginas

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Inspiração


Uma flor singela que aspira tentações de amor...
Um olhar inebriante que força a vista a não querer se desprender...
Você, menina, mulher, doce encantadora, me eleva o espírito as mais altas esferas metafísicas
Me envolve com sua feminilidade e deixa eu render em seus braços, sentir seu cheiro,
seu toque de seda, seu aconchego, seu beijo de mulher...
seja a minha fêmea,
que serei dócil a sua luxuria...faça amor enloquecente comigo,
junte a sua vulva com a minha, encoste seus seios aos meus,
sejamos únicas a libertinagem...sejamos únicas ao amor...
pois ó ele faz rendido a emoção, compreendido ao que não se pode compreender.


Dedicado à Daiane

Um comentário:

  1. Mari,
    é lindo, é libertador!!! é você!!!
    parabéns...
    beijos doces.

    ResponderExcluir