Páginas

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Alienação


"Nova ditadura: o chefe avisou que não quer mandar em ninguém e nem dar ordens, o novo ditador deseja que você deseje realizar os desejos dele."
Estamos vivenciando a época da valorização da superficialidade,  esta é tão superficial que chega a se tornar profunda aos olhos de quem consome, pois o consumista não reflete sobre o que adquire, a ele só lhe é interessante o produto final e ponto.
A era da vanglória de redundâncias (forte corrente midiática publicitária, jornalística sensacionalista entre outras) movimento de cultura de repetição fazem com que a massa não tenha percepção crítica. E é interessante perceber que principalmente aqui no Brasil o anarquista hoje é visto como àquele que organiza, (um tempo atrás era um ruptor de conceitos) estando no centro das organizações.
A alienação domina os olhos de que veem, fazendo com que todos sejam pequenos bonequinhos de "vudu" às mãos do governo (nosso patrão) Pois o governo já não governa mais, mas representa a governabilidade, e tem em suas mão o poder, poder de ser ilegal, legalizando-se aos legais.
(não para por aqui)

Nenhum comentário:

Postar um comentário