Páginas

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Em busca do amor fati

E a vida é assim...inesperada, louca, desesperada em busca de ar aos pulmões para avivar raízes de corpos burocratizados...E eu sempre me perco por senti demasiado, o sofrimento mora ao lado do meu coração,
Será quem sem sofrimento o ser humano consegueria ser? humano demasiado humano?

4 comentários:

  1. Consegue, e é um bem precioso
    tão precioso que é impossivel
    doar, emprestar ou vender, então
    não se pode roubar ou destruir, mas
    tentam, ah como tentam, nem sempre
    conscientes...

    Diantes dos fatos martelados via TV
    estamos cada vez mais deixando barato
    tão barato, que todo preço parece caro
    demais...

    Saimos da frente da TV mas não resolve
    é como uma realidade ao lado, um duplo
    ou sombra sintética que aparece a cada luz
    imediata...

    O grande lance é não mais fugir do horror
    nem lutar contra ou a favor, transforma-la
    em utilidade mais além de sua alienação e
    covardia...

    E o caminho não é o supra sumo da arte ou
    do conhecimento, e sim tomar da sua linguagem
    imagética nela e fora dela, criar o contraponto
    antivícios...

    Um exemplo:
    A tv usa e abusa e ataca os preconceitos, qual
    seria o contraponto para essa pantomima?
    Aprenda, encarne, as bases onde eles crescem, que não está apenas nela... está em todos
    e em tudo que se relaciona com "negócios".

    A grande filosofia da ciência e da arte é o máximo de aproveitamento do ócio, quando o
    trabalho precisa recuperar o fôlego, e é
    justamente isto que a TV faz suas negociatas...

    Não tem tendão nem aceita presentes de Tróia
    e só se envolve com o indivíduo ou um coletivo
    se destes resultar em lucros de mais poder...
    Mas sem o humano demasiadamente humano pára, e
    este humano simples não é tão pouco como ela
    mostra...

    A vontade continua, Mariana

    ResponderExcluir
  2. ai que saudade que eu estava desse espaço aqui...
    adorei o jogo de palavras que fizeste aqui, muito bom!!!!
    pois é, viver sem sofrimento é impossível, mas vale quando sabemos e o transformamos em outra coisa... ou que seja só sofrimento!
    é, precisamos de um pouco de tudo para continuar vivendo!

    o meu beijo.

    ResponderExcluir
  3. boa tarde!!! adorei seu blog, sucesso e muita paz...bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Mariana gostei do seu blog e estou seguindo ele.
    Eu sou o irmão da Cristiane que trabalhou com vc no Carlos Chagas.
    Muito boa esta postagem.
    Bjs.

    ResponderExcluir